Boa parte de um vasto material recolhido em muitos anos de pesquisas está disponível nesta página para todos os que se interessam em conhecer o futebol e outros esportes a fundo.

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Apenas cinco grandes nunca foram rebaixados

Apenas 12 clubes são considerados como grandes forças do futebol brasileiro: Flamengo, Vasco, Botafogo, Fluminense, Palmeiras, São Paulo, Corinthians, Santos, Cruzeiro, Atlético, Grêmio e Internacional. E desses, quantos já disputaram campeonatos de segundas divisões? Pergunta de difícil resposta, não é mesmo? Na verdade até hoje só cinco deles escaparam dessa situação: Flamengo, Vasco da Gama, Santos, Cruzeiro e Internacional. E o número pode diminuir para quatro, este ano, com a possibilidade de queda do Vasco da Gama.

Confira quem já esteve na segundona brasileira. O Corinthians, que este ano joga a Série B, já esteve antes na segunda divisão nacional. Foi em 1982, na época em que a classificação para o Campeonato Brasileiro era definida por meio dos campeonatos estaduais. O Palmeiras também, antes da Série B de 2003, teve que jogar a Taça de Prata de 1981 e 1982. Grêmio (1992 e 2005), Fluminense (1998 e na terceirona em 1999), Botafogo (2003) e Atlético Mineiro (2006).

Dia desses um torcedor do São Paulo F.C. ficou indignado quando comentei que seu clube, hoje um dos mais organizados do nosso futebol já passou por tal vexame. Não aconteceu no Campeonato Brasileiro, é bem verdade, mas foi bem pior. Em 1991 o tricolor do Morumbi teve que disputar uma espécie de segundona paulista, mascarada pelo nome de Grupo II.

Enquanto Palmeiras, Santos, Corinthians, Guarani e Portuguesa se matavam para chegar na fase final, o São Paulo, já comandado pelo saudoso mestre Telê, enfrentou inexpressivos times como a Catanduvense, Olímpia e Sãocarlense. A grande mídia paulista, na maioria formada por gente ligada ao São Paulo esconde tal fato, citando apenas outros clubes quando fala em rebaixamento. Mas ninguém pode apagar a história, ela resiste a tudo e a todos.

A Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro foi criada em 1971, mesmo ano em que começou a Primeira Divisão, mas de maneira desorganizada. Nos dois primeiros anos, Villa Nova (MG) e Sampaio Corrêa (MA) ganharam os títulos de 1971 e 72, respectivamente, mas não subiram para a Primeira Divisão. De 1973 a 1979 não foi realizada, só voltando em 1980 com o nome de Taça de Prata. Nesse período os certames regionais é que classificaram para o Brasileirão, que chegou a ter perto de 100 times.

Em 1987 os grandes clubes tentaram criar uma liga nacional, e organizaram a Copa União. Paralelamente, a CBF promoveu o Módulo Amarelo, uma espécie de segunda divisão, com os clubes que ficaram de fora. A CBF queria que os dois primeiros colocados de cada competição decidissem o título num quadrangular. Flamengo e Internacional foram campeão e vice da Copa União, mas se negaram a jogar contra Sport e Guarani, campeão e vice da competição da CBF. Diante disso, o Sport foi proclamado campeão brasileiro de 1987 e o Guarani, vice- campeão.

Em 1993, de novo não houve a Segunda Divisão. Dois anos antes, o Grêmio tinha sido rebaixado e, para facilitar sua volta, a CBF promoveu o acesso de 12 equipes na edição de 1992. Com isso a Série B acabou esvaziada, e impossibilitando sua realização no ano seguinte. Em 2000, a Série B voltou a ser bagunçada, quando foi disputada a Copa João Havelange, apenas para que Bahia e Fluminense não precisassem participar da Segunda. Hoje, com o fim da virada da mesa e a moralização do futebol brasileiro, a Série B, é um campeonato bem organizado e merecedor de destaque na imprensa nacional.

Os que gostam de fazer comparações entre o futebol brasileiro e o europeu, certamente não tem muita preocupação com essa questão de rebaixamento. Na Europa os times que nunca foram rebaixados são poucos. Na Itália, apenas a Internazionale. Na Espanha só Barcelona, Real Madrid e Atlhetic Bilbao. E na Inglaterra, pasmem, todos já caíram.

O Olympique de Marselha era a potência da França, algo como o Lyon é hoje. Mas, no início dos anos 90, o time teve suas finanças investigadas e foram encontradas irregularidades que o rebaixaram. Para piorar, o time perdeu o direito, em1993, de disputar a final do Mundial Interclubes contra o São Paulo, em Tóquio, já que perdeu seu título de campeão europeu para o Milan naquela temporada. Eles nunca mais foram os mesmos após a queda.

Não há grande que não tenha caído na Inglaterra. O Manchester United, que já foi considerado o clube mais rico do planeta e prioriza o planejamento, caiu em 1974, voltando no ano seguinte. O Liverpool, campeão europeu em 2005, visitou a segundona inglesa por cinco oportunidades: 1892, 1895, 1904, 1942 e 1954. E o Arsenal, da capital Londres, caiu já faz tempo, mas caiu: foi em 1913. Lá não tinha virada de mesa nem na época do amadorismo.

Na Argentina, Boca Juniors, River Plate e Independiente jamais disputaram a segundona. Mas nossos hermanos têm um regulamento que facilita para os grandes, sempre mais ricos que os rivais. O rebaixamento é feito com base na média da participação de oito: quatro “Clausuras” e quatro “Aperturas”, ou seja, de campeonatos seguidos. E fica impensável imaginar Boca ou River dando vexames em temporadas seguidas. Mas Racing e San Lorenzo, considerados forças do país, já foram rebaixados. (Pesquisa: Nilo Dias)

NOTA DO AUTOR: Tendo em vista que alguns leitores deste blog contestaram a informação de que o São Paulo F.C. já caiu para a 2ª divisão do campeonato paulista, publicamos abaixo algumas reportagens de jornais da época, que confirmam o fato. O autor não inventou nada, apenas se limitou a coementar algo que realmente aconteceu e que não desmerece em nada a trajetória gloriosa do São Paulo F.C.


Título da página interna da mesma edição do jornal: "São Paulo vai disputar Segunda Divisão"

Por mais que desagrade os são-paulinos, a verdade é a que segue:

Em 1990, o Campeonato Paulista foi disputado por 24 times. Havia a percepção de que eram times demais. Convencionou-se, então, que apenas 14 times disputariam o campeonato de 1991 – os 14 primeiros do certame de 1990. De alguma forma, o São Paulo "conseguiu" ficar em 15º, depois de ser eliminado na primeira fase (que classificou 12 times) e novamente eliminado numa repescagem (que classificou outros dois, completando 14).

Para não melindrar susceptibilidades, o regulamento de 1990 dizia que "não haveria descenso". Era só uma fórmula de cortesia: os times que não entrassem entre os 14 disputariam o que, na prática, equivaleria a uma segunda divisão.

Esse regulamento não foi cumprido. Diante do rebaixamento do São Paulo, houve uma virada de mesa.

Os times rebaixados em 1990 (não só o São Paulo, mas outros importantes, como a Ponte Preta) ganharam o direito de lutar por duas vagas nas finais. Foi assim que o São Paulo conseguiu a façanha, inédita no futebol mundial, de ser rebaixado em um ano e campeão no ano seguinte!

O argumento dos são-paulinos, portanto – de que o acesso no mesmo ano "já estava previsto" – é falso e errôneo.

Para não prolongar a explicação, reproduzo o texto da Folha de S. Paulo de 21 de junho de 1990 – dia seguinte ao dia em que o São Paulo caiu.

"SÃO PAULO VAI DISPUTAR A SEGUNDA DIVISÃO EM 91

Fernando Santos
Da Reportagem Local

O São Paulo foi eliminado pelo Botafogo na repescagem do Campeonato Paulista deste ano e vai disputar a Segunda Divisão em 91. O São Paulo goleou ontem o Noroeste por 6 a 1 no Morumbi, mas ainda dependia da derrota do Botafogo para se classificar. O time de Ribeirão Preto empatou em 0 a 0 com a Internacional em Limeira.

No próximo ano, o São Paulo vai disputar a série B do Campeonato Paulista, sem direito a lutar pelo título. É uma nova fórmula aprovada pelo conselho arbitral de clubes em janeiro. Farão parte dessa série os 10 clubes eliminados do campeonato deste ano mais quatro que vão subir da Divisão Especial.

(...) Resta ao São Paulo a chance de subir para a série A em 92. Apenas o campeão da série B sobe (...) Esta fórmula foi aprovada por unanimidade por todos os 24 clubes que iniciaram o campeonato este ano, segundo o presidente em exercício da Federação Paulista de Futebol, Antoine Gebran.

'Vamos cumprir a lei. Lei é lei', disse o diretor-adjunto do São Paulo, Herman Koester (...) Segundo ele, o São Paulo vai mesmo disputar a Série B, uma Segunda Divisão que só não recebe essa denominação por uma questão de nomenclatura jurídica. (...) Já o diretor de futebol Fernando Casal de Rey, 47, ainda não se deu por vencido. Ele disse que vai acionar o departamento jurídico do clube para saber se a aprovação da fórmula do campeonato de 91 é legal. Casal de Rey disse, sem ter certeza, que não existe um documento assinado pelos clubes sobre o assunto. Assim, ele poderia recorrer à Justiça Desportiva para mudar a fórmula. Ou seja, apelar para o tapetão. 'Estamos vivendo um pesadelo', disse Casal de Rey."

O resto é história conhecida. Houve a virada de mesa e, embora o São Paulo tenha disputado o equivalente à segunda divisão em 91, classificou-se para as finais, eliminando o Palmeiras, que vinha do grupo mais forte.

A Folha também ouviu, naquela ocasião, são-paulinos ilustres, como José Victor Oliva, o vocalista do Ultraje a Rigor, Roger, e o ministro do Tribunal Superior do Trabalho Almir Pazzianotto. Todos reconheciam o rebaixamento, repudiavam a virada de mesa e reafirmavam que o São Paulo voltaria à primeira divisão na bola.

Estes são os fatos.


O São Paulo foi rebaixado em 1990

De José Renato Sátiro Santiago Jr

Atendendo aos inúmeros pedidos, encaminho abaixo detalhes sobre os fatos ocorridos durante o Campeonato Paulista de 1990.

Ele foi dividido em 2 grupos:

Grupo 1: Corinthians, Internacional, Bragantino, Novorizontino, Palmeiras, São Paulo, Mogi-Mirim, Santos, Portuguesa, União São João, São José e Guarani.

Grupo 2: Catanduvense, Juventus, Botafogo, XV de Piracicaba, XV de Jaú, América, Noroeste, São Bento, Santo André, Ferroviária, Ituano e Ponte Preta

1) Segundo o regulamento do Campeonato Paulista, durante as duas primeiras fases as equipes se enfrentariam dentro e fora de seus grupos. Sendo que os 12 times com melhor campanha, independentemente do grupo do qual fazia parte, se classificariam, automaticamente, para a Quarta Fase:

O que aconteceu: As equipes classificadas foram o Corinthians, Palmeiras, Bragantino, Santos, Mogi-Mirim, Portuguesa e Novorizontino, pelo Grupo 1 e XV de Piracicaba, XV de Jaú, Ferroviária, Ituano e América, pelo Grupo 2.(Regulamento Cumprido)

2) Conforme o regulamento os campeões de cada grupo se classificariam automaticamente para a Copa do Brasil de 1991.

O que aconteceu: Corinthians e XV de Piracicaba foram os vencedores de seus grupos e se classificaram para a Copa do Brasil de 1991. (Regulamento Cumprido)

3) O regulamento informava que as equipes que não tivessem se posicionado entre as 12 melhores aos longos das duas primeiras fases, deveriam disputar a Terceira fase, uma espécie de repescagem. As equipes seriam divididas em dois grupos de 6.

O que aconteceu: As equipes foram divididas em 2 grupos, o primeiro formado por Botafogo, Internacional, Santo André, São Paulo, Ponte Preta e Noroeste e o outro por Guarani, Catanduvense, São José, Juventus, União São João e São Bento. (Regulamento Cumprido)

4) O regulamente definia que apenas os campeões de cada grupo desta terceira fase, se classificariam para a quarta fase, quando se juntariam aos demais 12 classificados anteriormente, e seriam divididos em 2 grupos de 7.

O que aconteceu: Botafogo e Guarani foram os campeões de seus grupos e se classificaram para a Quarta fase. Nesta fase, as equipes foram divididas em 2 grupos de 7. O primeiro grupo foi formado por Bragantino, Corinthians, Botafogo, Santos, Ituano, Mogi-Mirim e XV de Jaú, o segundo grupo foi constituído por Novorizontino, Palmeiras, Guarani, Portuguesa, América, XV de Piracicaba e Ferroviária. (Regulamento Cumprido)

5) Quanto ao rebaixamento, vamos ao texto original do regulamento oficial do Campeonato Paulista de 1990. Parágrafo 1º do artigo 5º: “Para o Campeonato da Primeira Divisão de Futebol Profissional de 1991, o Grupo I será constituído pelas 14 associações classificadas para disputar a quarta fase do Campeonato de 1990 e o Grupo II será constituído pelas dez associações restantes que não se classificaram para a quarta fase e mais quatro advindas da Divisão Especial de 1990.” Parágrafo 2º - “No campeonato da primeira divisão de futebol profissional de 1990, não haverá descenso à divisão especial de futebol profissional. Mas a partir de 1991, ou a cada ano haverá o descenso de uma associação da Primeira Divisão de Futebol Profissional e o acesso de uma associação da Divisão Especail de Futebol Profissional”

O que aconteceu: O Campeonato Paulista de 1991 foi constituídos por 2 grupos de 14 equipes: Grupo I formado pelos 14 classificados para a Quarta Fase do Campeonato de 1990 - Corinthians, Palmeiras, Botafogo, Portuguesa, Guarani, Bragantino, Santos, Ituano, América, Novorizontino, XV de Piracicaba, XV de Jaú, Ferroviária e Mogi-Mirim; Grupo II formando pelas 10 equipes que não se classificaram para a Quarta Fase do Campeonato de 1990: São Paulo, Internacional, Santo André, Noroeste, Catanduvense, Juventus, Ponte Preta, União São João, São José e São Bento, mais 4 equipes originária da Divisão Especial de 1990 que foram: Olímpia, Marília, Sãocarlense e Rio Branco (Regulamento Cumprido)

6) Por fim, voltando a Quarta Fase do Campeonato de 1990, o regulamento previa que os campeões de cada grupo disputariam o título

O que aconteceu: Bragantino e Novorizontino foram campões de seus grupos e decidiram o título em 2 jogos, nos dias 22 e 26 de agosto. O título foi conquistado pelo Bragantino (Regulamento Cumprido)



raferlizboa disse...
O S.P.F.C. nunca foi rebaixado, vc deveria pesquisar mais antes de postar.
24 de março de 2009 14:48

Anônimo disse...
O São Paulo foi rebaixado sim, e no Campeonato Paulista mesmo... o que ocorre é, devido ao sucesso do time, mascaram esse fato... nenhum São Paulino admite que caiu... mas ser rebaixado no paulistinha é foda, hein?
9 de junho de 2009 11:50

Anônimo disse...
vc ta maluco
o SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE , MAIOR DOS CLUBES BRASILEIROS
nunca foi rebaixado , vei no site da federação paulista de futebol e olha la bem grande e dp corrige isso ai que vc falou....
4 de julho de 2009 22:54

JEIEL disse...
os fatos históricos comprovam: o sao paulo foi sim rebaixado no paulista mas, como era de praxe naquela época os times que tinham grana roubavam e não disputavam a serie inferior e os sem grana se lascavam.
Só eram beneficiados qdo estavam na mesma virada de mesa que os "grandes" ou seja o são paulo deve muito do que é hoje à federação paulista de futebol.
18 de agosto de 2009 13:37

Martinelli disse...
Os BAMBIS sempre caem e sempre vão cair. No futebol ou não, uma coisa é certa: Eles caem sentados numa rola oblonga... Adoram isso!
SPFC maior do Brasil? Que merda de time, caiu no paulistinha!
asahishiahuishiahuisa
10 de dezembro de 2009 13:43

Rodrigo disse...
São Paulo é o maior do Brasil? kkkkk! Não me faz rir. O FLAMENGO é o time de maior torcida no mundo, 35 milhões de torcedores. Nós torcemos por um time de macho e não pra um time afeminado. É futebol masculino que o meu time joga.
O FLA nunca caiu em nenhuma competição. Vcs caíram no Paulistinha e querem falar merda? Perderam pra Portuguesa agora em pleno Morumbicha e depois empataram em 1X1 com o poderosíssimo Mirassol???!!!! kkkkkkkkkkkk! Vão se foder suas bichas arrogantes!
22 de janeiro de 2010 12:18

Duds Simini disse...
Meeeenos meu caro!Meenos!Bem menos!SE tivesse rebaixamento ele cairia!Mas em 90 não houve rebaixamento!Pesquisa mais!Bem +
9 de fevereiro de 2010 21:36

10 comentários:

raferlizboa disse...

O S.P.F.C. nunca foi rebaixado, vc deveria pesquisar mais antes de postar.

Anônimo disse...

O São Paulo foi rebaixado sim, e no Campeonato Paulista mesmo... o que ocorre é, devido ao sucesso do time, mascaram esse fato... nenhum São Paulino admite que caiu... mas ser rebaixado no paulistinha é foda, hein?

Anônimo disse...

vc ta maluco
o SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE , MAIOR DOS CLUBES BRASILEIROS
nunca foi rebaixado , vei no site da federação paulis de futebol e olha la bem grande e dp corrige isso ai que vc falou....

JEIEL disse...

os fatos históricos comprovam: a sao paulo foi sim rebaixado no paulista mas, como era de praxe naquela época os times que tinham grana roubavam e não disputavam a serie inferior e os sem grana se fudiam. só eram beneficiados qdo estavam na mesma virada de mesa que os "grandes" ou seja o são paulo deve muito do que é hoje à federação paulista de futebol.

Martinelli disse...

Os BAMBIS sempre caem e sempre vão cair. No futebol ou não, uma coisa é certa: Eles caem sentados numa rola oblonga... Adoram isso!
SPFC maior do Brasil? Que merda de time, caiu no paulistinha!
asahishiahuishiahuisa

Rodrigo disse...

São Paulo é o maior do Brasil? kkkkk! Não me faz rir. O FLAMENGO é o time de maior torcida no mundo, 35 milhões de torcedores. Nós torcemos por um time de macho e não pra um time afeminado. É futebol masculino que o meu time joga. O FLA nunca caiu em nenhuma competição. Vcs caíram no Paulistinha e querem falar merda? Perderam pra Portuguesa agora em pleno o Morumbicha e depois empataram em 1X1 com o poderosíssimo Mirassol???!!!! kkkkkkkkkkkk! Vão se foder suas bichas arrogantes!

Duds Simini disse...

Meeeenos meu caro!Meenos!Bem menos!SE tivesse rebaixamento ele cairia!Mas em 90 não houve rebaixamento!Pesquisa mais!Bem +

lindberg disse...

olha no site da fpf, dps vem posta as coisas aqui (y' . SÃO PAULO NUNCA FOI REBAIXADO ¬¬

jeffersonluizsilva22 disse...

o sao paulo éh uma porcaria de time, xeio de bambiisss..

O MenGao. éh time foda do brasil... e que exatament tem a MAIOR TORCIDA DO MUNDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO....

Anderson Lisboa disse...

O SPFC nunca foi rebaixado no Campeonato Paulista. Você devia se informar antes de postar coisas absurdas na internet.... O regulamento do CP de 1990 estava escrito claramente... "não haverá DESCENSO" (não sabe o que a palavra significa) procure num dicionário, e este regulamento foi feito antes do Campeonato começar. E esse negócio de virada de mesa nunca existiu........ Significa São Paulo Futebol Clube nunca foi rebaixado no Campeonato Paulista... Isso é desculpa de torcedor humilhado por rebaixamento do time do coração!!!!!!!!!!!