Boa parte de um vasto material recolhido em muitos anos de pesquisas está disponível nesta página para todos os que se interessam em conhecer o futebol e outros esportes a fundo.

domingo, 15 de março de 2009

O centenário “time do Velho Chico”

Sem muita comemoração o Sport Club Penedense, da cidade de Penedo (AL) entrou no último dia 3 de janeiro para a galeria dos clubes centenários do futebol brasileiro. É o mais antigo clube alagoano e durante muitos anos disputou apenas os campeonatos amadores promovidos pela Liga Penedense de Futebol.

Somente em 1962 é que participou pela do campeonato estadual da primeira divisão promovido pela Federação Alagoana de Desportos (FAD). Sua melhor campanha foi o vice-campeonato em 1966 quando decidiu o titulo com o Centro Sportivo Alagoano (CSA). Durante muitos anos o Penedense ficou de fora dos campeonatos da divisão especial. Crises internas não permitiram que o clube continuasse com seu departamento de futebol.

Em 2000, depois de uma bela campanha o Penedense voltou a elite do futebol alagoano, ao conquistar o campeonato da segunda divisão. Em 2001, realizou um excelente trabalho e foi terceiro lugar. Porém, o clube não repetiu a boa campanha no ano seguinte e acabou sendo rebaixado. Em 2004,conseguiu retornar a divisão principal do futebol alagoano, ao vencer novamente o campeonato da segunda divisão, derrotando no jogo final o time do Decisão Saúde.

Nesses 100 anos de existência o Penedense conquistou muitos títulos na fase amadorista. Como clube profissional foi vice-campeão alagoano da divisão principal em 1966 e 1969. Veneceu o campeonato alagoano da segunda divisão em 2000 e 2004. Foi campeão do Torneio Início em 1964, 1967, 1969, 1971 e 1978.

Os torcedores alvi-rubros lembram com carinho a conquista do torneio inicio de 1971, o primeiro título expressivo na história do clube. A competição foi realizada no domingo, 7 de março no “Estádio Rei Pelé”, o “Trapichao”, com a participação de Penedense, São Domingos, ASA, CSA, CSE, Ferroviário, CRB e Guarani.

No primeiro jogo, o Penedense derrotou o São Domingos por 1 X 0, gol de Xavier. No segundo jogo o CSA venceu o ASA de Arapiraca por 2x1. Depois, o Guarani derrotou o CRB por 1 x 0. No quarto jogo o CSE bateu o Ferroviário nos pênaltis por 5 X 4, depois de empate de 1 X 1 no tempo normal.

Os classificados seguiram no torneio. O Penedense continuou vencendo. Ganhou do Guarani por 1 X 0, gol de Zé Mária. No outro jogo, CSA e CSE empataram em 1 X 1 e nos pênaltis o CSE ganhou por 8x6.

Penedense e CSE, chegaram na final e protagonizaram uma decisão entre duas equipes do interior do Estado. Comandado por Marcos Lôbo, o Penedense foi o primeiro clube a conquistar um título oficial no “Trapichão”. Depois de empate no tempo regulamentar, a decisão foi para os pênaltis e o onze vermelho e branco ganhou por 5 X 4 e levou a taça. Foi uma festa no novo estádio estadual de Alagoas. O time base que foi campeão tinha Benildes – Lula - Luis Bodão - Zé Carlos e Yeyé - Gilberto e Bené – Simões – Nem - Xavier e Zé Maria.

A mascote do S.C. Penedense é um Jacaré. O time é chamado por seus torcedores de “Alvirrubro Ribeirinho” e “Time do Velho Chico”, pelo fato da cidade de Penedo ser banhada pelo rio São Francisco. Os jogos são disputados no “Estádio Dr. Alfredo Lahy”, com capacidade para 6 mil pessoas, localizado na Praça Clementino do Monte nº 151, no centro da cidade. O estádio foi inaugurado em 03/01/1909, sendo um dos mais antigos do futebol brasileiro, em atividade. O estádio mais velho do Brasil é o Parque Antártica, da S.E. Palmeiras, inaugurado em maio de 1902. (Pesquisa: Nilo Dias)

Time do Penedense em 1964: Em pé: Marcus - Nilson - Leça - Aranha I - Da Silva e Aranha II -
Agachados: Marconi - Casca - Chico - Joelzinho e Essinho. (Foto: Acervo do S.C. Penedense)

COMENTÁRIOS DE LEITORES

Manfredo Martins disse...
Retificando a escalação do glorioso Sport Clube Penedense em 1964: Em pé: Marcus, Nilson, Lessa, Aranha, Da Silva e Ligação. Agachados: Marconi, Casca, Joelzinho, Paulo Minas e Eçinho.
Durante a fase de ouro do Santos Futebol Clube na decada de sessenta, lá morei e vi jogar os grandes nomes do futebol brasileiro e deste time do Penedense, sem bairrismo, destacamos o goleiro Lessa como fantástico, o lateral esquerdo Ligação como incomparável, o Joelzinho como o maior meia esquerda do Brasil e o centro-avante Paulo Minas como o Pelé de Alagoas.
Pena que a arte deles não tenha brilhado em outros campos deste imenso Brasil, pois mereceriam vestir a camiseta amarelinha.
O Ligação, o Paulo e o Joel, no começo de suas carreiras chegaram a jogar no Sport Clube Bahia e Botafogo da Bahia, mas resolveram voltar para sua Penedo e lá encantaram os torcedores Penedenses com suas jogadas sensacionais e encerraram suas carreiras no Sport Clube Penedense.
1 de dezembro de 2009 22:33

Um comentário:

Manfredo Martins disse...

Retificando a escalação do glorioso Sport Clube Penedense em 1964: Em pé: Marcus, Nilson, Lessa, Aranha, Da Silva e Ligação. Agachados: Marconi, Casca, Joelzinho, Paulo Minas e Eçinho. Durante a fase de ouro do Santos Futebol Clube na decada de sessenta, lá morei e vi jogar os grandes nomes do futebol brasileiro e deste time do Penedense, sem bairrismo, destacamos o goleiro Lessa como fantástico, o lateral esquerdo Ligação como incomparável, o Joelzinho como o maior meia esquerda do Brasil e o centro-avante Paulo Minas como o Pelé de Alagoas. Pena que a arte deles não tenha brilhado em outros campos deste imenso Brasil, pois mereceriam vestir a camiseta amarelinha.O Ligação, o Paulo e o Joel, no começo de suas carreiras chegaram a jogar no Sport Clube Bahia e Botafogo da Bahia, mas resolveram voltar para sua Penedo e lá encantaram os torcedores Penedenses com suas jogadas sensacionais e encerraram suas carreiras no Sport Clube Penedense.